Juliana Salimeni, 32, mais conhecida por Juju, é uma das apostas do canal E! Entertainment para o ano que vêm. A modelo que já foi panicat do “Pânico na TV” e é musa da escola de samba Mancha Verde terá agora um programa próprio, onde apresentará o seu lado de muda fitness.

Foto: Reprodução Instagram @jujusalimeni

“Juju Bootcamp” será um reality show no formato de competição, onde 12 mulheres devem passar por desafios de força, alimentação, redes sociais, beleza e moda. Sua estreia está prevista para julho de 2019.

“Foi uma coisa feita a partir do meu mundo e estilo de vida. Todo o programa foi trabalhado de acordo com o meu dia a dia, minha carreira e minhas experiências”, conta Juju.

O programa se passará em uma ilha reclusa, com cenário militar, e terá 13 episódios nesta primeira temporada. Juju já revelou que pretende mesclar os desafios com algumas de suas histórias pessoais e se dedicar ao programa “de corpo e alma”.

Segundo a modelo e apresentadora, o convite para o programa surgiu quando um de seus amigos comentou sobre com funcionários do E! sobre o seu desejo de fazer um “reality fitness”.

“Tudo na minha vida foi sempre muito natural e por acaso, nunca foi nada planejado. Mas acho que quando tem que ser, dá certo. Dei sorte.”
Marcello Coltro, vice-presidente sênior de marketing digital e criativo da América Latina do E!, confirmou a aposta em Juju: “Eu a respeito muito porque houve uma evolução na carreira dessa profissional”, disse. “As pessoas veem agora um lado dessa empresária espetacular que hoje é a musa fitness no Brasil.”

Responsável por todo o projeto, Juju conta que também tem a intenção de motivar as mulheres e o público com o programa. “Como não sou uma profissional da área, não tenho como prescrever dietas e exercícios, mas acho muito importante motivar e mostrar como alcancei as mudanças no meu corpo, que era o que não me agradava antes.”

Questionada sobre o mundo fitness ser predominantemente masculino, ela afirmou que acredita ainda existir um preconceito em relação às mulheres mais fortes, mesmo às atletas, mas que isso vem diminuindo com o empoderamento feminino. Ela também citou o preconceito no mundo da moda e questionou o fato de apenas mulheres magras se sobressairem nele.

“Assim como a gente tem hoje uma divulgação muito grande das meninas ‘GG’, as mais gordinhas, eu acho que faltam as meninas mais musculosas e fortinhas”, diz. “Quero mostrar que apesar de ter esse corpo com formas mais diferenciadas, a gente também pode estar sensual e na moda. A gente tem espaço para vários tipos de corpos.”

“Sempre fui muito ligada em mostrar a força da mulher. Fui criada dessa forma, minha mãe sempre trabalhou muito e liderou as coisas. Sempre fui muito confiante em mim mesma, soube impor respeito em diversas situações”, contou. “Quero poder tirar o medo das mulheres.”

Fonte: Cidadeverde.com por Folha Press

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here