A partida começou com as duas equipes em busca do ataque, mas sem deixar espaços na defesa. Tanto que a primeira finalização do confronto aconteceu aos 14 minutos, em chute de Luan que parou em boa intervenção de Diego Alves. A resposta do Flamengo veio em seguida, da mesma forma, com Rafael Vaz.

O panorama do duelo seguia o mesmo. Os espaços eram poucos e a marcação das duas equipes continuava forte. O Flamengo conseguiu criar duas boas chances de gol, sendo a primeira aos 24 minutos. Felipe Vizeu passou por Geromel, mas chutou pela linha de fundo. Logo depois, após cobrança de falta na área, Éverton Ribeiro finalizou com perigo, mas também para fora.

Os sustos fizeram com que o Grêmio buscasse o ataque com mais intensidade. Mesmo com mais posse de bola, os gremistas erravam muitos passes e não incomodavam o goleiro Diego Alves. Por outro lado, os rubro-negros viram os espaços no ataque aparecerem e quase abriram o placar aos 34 minutos, em chute de Renê.

Somente nos minutos finais, os donos da casa conseguiram dominar a partida. Aos 40 minutos, Ramiro chutou cruzado na área e viu Diego Alves salvar os cariocas. O lance animou o Grêmio, que permaneceu no ataque, mas teve que ir para o intervalo com a igualdade no placar.

No segundo tempo, o Flamengo não deu tempo do Grêmio se organizar e abriu o placar com um minuto. Em contra-ataque rápido, Éverton Ribeiro tabelou com Éverton, que cruzou para o meia cabecear cruzado, sem chance para Paulo Victor.

Após o revés, o Grêmio se lançou ao ataque em busca do empate e quase conseguiu aos sete minutos. Fernandinho recebeu na área e chutou cruzado. A bola passou próxima da trave de Diego Alves.

A resposta do Flamengo veio aos 11, quando Renê cruzou para a área, Geromel tirou, mas a bola chegou em Cuéllar. O colombiano finalizou, mas viu Marcelo Oliveira impedir o segundo gol rubro-negro.

No entanto, aos 24 minutos, os donos da casa chegaram ao empate. Ramiro foi lançado na área, cabeceou para o meio, mas a bola passou por Beto da Silva. Éverton, porém, estava atento e chegou com velocidade para tocar para a rede.

O gol animou os gremistas, que aproveitaram desatenção dos cariocas para virar o confronto, aos 26 minutos. Édílson fez lançamento longo para Éverton, que aproveitou falha de Pará para chegar na área e tocar sobre Diego Alves.

O Flamengo sentiu a virada e não conseguia pressionar o Grêmio, que aproveitou os espaços dados pelos cariocas para chegar ao terceiro gol, aos 36 minutos. Beto da Silva fez boa jogada individual, mas chutou errado. Porém, a bola chegou em Luan, que só teve o trabalho de tocar para a rede.

Nos minutos finais, o Grêmio manteve o domínio da partida, pois viu o Flamengo acusar o golpe e apenas esperar o apito final. Os gaúchos poderiam ter saído de campo com uma goleada, mas Luan desperdiçou boa chance ao cabecear em cima de Diego Alves.

Cruzeiro vence Atlético-PR

Na semana das polêmicas, o Cruzeiro deixou tudo fora de campo e dentro do gramado do Mineirão, na tarde deste domingo, venceu o Atlético-PR, por 1 a 0. O gol de Arrascaeta deixa a Raposa na cola da turma do G4 do Brasileirão, com 51 pontos, três de diferença para o Palmeiras que é o quarto colocado. O Furacão que trabalha para alcançar a zona da Libertadores, estacionou nos 42 tentos, na 11ª colocação a cinco pontos do Flamengo.

O duelo se mostrou equilibrado na maior parte do jogo. O Cruzeiro teve leve superioridade no primeiro tempo e aproveitou dela para conseguir seu gol. Na etapa final, o Atlético-PR passou a agredir mais tentando um gol, mas não conseguiu ser eficiente.

O Cruzeiro volta a campo na quarta-feira, contra o Flamengo, no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro, às 21h45 (de Brasília). Já o Atlético-PR recebe o Corinthians, na Arena da Baixada, no mesmo dia, às 21h.

Fonte: Cidadeverde por Gazeta Press

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here