Oposição promove encontro com Firmino

Declaracões do prefeito da capital descartando candidatura em 2018 parecem não convencer lideranças da oposição no Piauí. Convidado pelo ex-governador Wilson Martins (PSB), o tucano Firmino Filho participou de almoço com adversários declarados do governador Wellington Dias e do PT. O cardápio foi essencialmente político e voltado para estratégias da oposição para o pleito de 2018 no Estado. O nome do prefeito é o mais citado e cotado para liderar chapa majoritária como candidato a governador. Wilson Martins trabalha candidatura ao senado.

Novo cidadão piauiense

Josafam Bonfim, natural do Maranhão, é Presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Piauí, Diretor Financeiro e Vice-Presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas-SESCON-PI, além de Segundo Vice-Presidente do Sindicato dos Contabilistas do Piauí.

Zé Filho revela mágoa do PSDB e admite hipótese de votar no PT

O ex-governador Zé Filho (sem partido) revelou uma mágoa, que era velada e agora se tornou pública, sobre o PSDB ainda nas eleições de 2014, que tinha o ex-tucano Sílvio Mendes como candidato a vice-governador.

“Vi várias declarações durante essa semana, inclusive do meu candidato a vice-governador (Sílvio Mendes), que disse que se arrependia de ter sido vice, se eu tivesse sido eleito duvido que ele tivesse se arrependido, até pelo tamanho da preguiça dele de andar, porque ele não andou. Eu acho que talvez seja por isso o arrependimento dele. Também pela traição do partido dele, porque o PSDB aqui não ajudou a gente em nada”, afirmou Zé Filho.

                                    Foto: Zé filho / foto rede social

Sobre uma possível candidatura do prefeito Firmino Filho (PSDB) ao governo do estado em 2018, o ex-governador disse que “o prefeito não tem coragem”. “É uma pessoa que não tem coragem, ele já teve as oportunidades dele. Se ele for candidato eu vou dizer, talvez eu vote até no PT, mas nele eu não voto”, declarou.

Zé Filho e Firmino estavam na mesma solenidade ontem à noite (20) e na composição da mesa ficaram distantes. Vale lembrar que antes eram aliados próximos, em 2012, um andar inteiro da Fiepi, órgão o qual Zé Filho é presidente, foi utilizado para a transição da gestão da prefeitura de Teresina , que tinha a frente o agora senador Elmano Ferrer.

João Henrique diz que vai levar candidatura até as últimas consequências

O ex-ministro João Henrique Sousa promete levar até as últimas consequências a tese da candidatura própria dentro do seu partido – o PMDB. “Sou do PMDB e a minha luta é dentro do partido, tanto é que pedi uma convenção extraordinária, que foi aprovada na executiva do partido, estou pronto, estou andando, conversando com delegado, pedindo votos e espero que a convenção ocorra em janeiro. Tenho ouvido notícias, mas não recebi nada oficialmente, de que querem adiar e deixar a convenção oficial de julho, mas se assim for, eu vou à convenção e vou disputar lá”, destacou.

Fonte: Cidadeverde.com

Tempo Real/Elivaldo Barbosa

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here