O presidente da Fundação Quixote, Kássio Gomes, destacou a 16ª edição do Salão do Livro do Piauí (Salipi) é um ambiente de pluralidade de ideias e estilos. Ele também defendeu que o livro sempre vai existir em harmonia com a era digital.

“O livro de papel sempre vai co-existir, ele nunca vai deixar de existir. Até porque boa parte do público que hoje está publicando na internet, nas redes sociais, o desejo maior dessas pessoas é chegar ao livro de papel, é publicar um livro, é materializar o trabalho saindo do universo digital e chegando mais próximo do leitor também por meio do livro físico”, reforçou Kássio Gomes.

Sobre a pluralidade da leitura e sua segmentação de público, Gomes ressaltou que “o Salipi é um evento que aposta nesta pluralidade e em todos os segmentos, sejam eles sociais, de credo, orientação sexual”.

O Salipi 2018 acontece entre os dias 1º a 10 de junho, no Complexo Cultural Rosa dos Ventos, na Universidade Federal do Piauí (UFPI), e vai homenagear o escritor e articulista piauiense Arimathéa Tito Filho.

Durante dez dias, o evento irá disponibilizar ao público palestras, bate-papos literários, apresentações de autores de projeção regional e nacional e apresentações artísticas e culturais.

Entre os palestrantes confirmados estão: Bráulio Bessa (CE), Márcia Tiburi (RS), Germano Dutra (SC), Luiz Ruffato (MG), Daniel Gtr (SP),  Danny Barradas (PI), Nathan Matos (MG), José de Nicola (SP) e Lucas de Nicola (SP), Inês Mapurunga (CE), Roseana Murray (RJ), dentre outros.


Lançamento

A 16ª edição do Salão do Livro do Piauí (SALIPI) e o 21º Seminário Lingua Viva serão lançados nesta quinta (17),  às 9h, no Salão Nobre da Reitoria da UFPI, com a presença do presidente da Fundação Quixote, Kássio Gomes, e do reitor da UFPI, Professor Doutor José Arimatéia Dantas Lopes.

Fonte:Cidadeverde.com

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here