O Progressistas quer a vaga de vice. O MDB também. Essa disputa não deve afastar o deputado Themístocles Filho (MDB), nome indicado pelo MDB para a vaga, do senador Ciro Nogueira (PP), presidente nacional do partido que quer continuar na vaga. Quem diz tal afirmação é o próprio senador. “Themístocles é um aliado. Tenho conversado constantemente com ele”, destacou Ciro, durante evento nesta segunda-feira (26/03), no plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Ele chegou a afirmar, ainda, que o prazo para decidir quem vai ficar com a vaga só pode ser dado pelo governador Wellington Dias (PT).

Ciro entende que, neste momento de definição, é preciso maturidade. “É legítimo o MDB e PP lutarem pela indicação. Tememos a maturidade de fazer a melhor escolha, escutando, claro, a população e os partidos coligados”, defendeu o senador, que ainda contestou sobre o prazo para tal definição: “As decisões só vão acontecer entre julho e agosto. O governador tem a confiança de nossos coligados e vai fazer a melhor escolha. O progressista defende que seja feito dentro de um critério que possa nos levar para a vitória”.

DEFINIÇÃO EM ABRIL? 

O deputado estadual e presidente da Alepi, Themístocles Filho (MDB) tem se esquivado das perguntas sobre como andam as articulações para ocupar a vaga de vice na chapa majoritária do governador Wellington Dias (PT). Monossilábico, o parlamentar se limita a dizer apenas que o partido está trabalhando para ajudar o Piauí. Contudo, dá o que pode ser os primeiros indícios de quando a decisão deve ser tomada. “Vamos deixar lá para o final de abril”, ressaltou Themístocles.

Fonte: Oito Meia

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here