O Núcleo de Concursos e Promoções de Eventos (Nucepe) da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) divulgou nesta terça-feira(25) a lista de 400 classificados na prova objetivo do concurso da Polícia Militar do Piauí em solenidade na reitoria da Uespi são lidos os nomes dos primeiros colocados.  O primeiro da lista foi Haendel Pontes Veloso, que fez 76 pontos.

Veja a lista completa

O secretário estadual de Segurança, capitão Fábio Abreu, disse que apesar das tentativas de fraude tem certeza que a lisura do certame foi preservada. “Vamos focar na investigação social para identificar analisar a vida pregressa de todos os candidatos classificados”, garantiu.

Essas informações serão levantadas junto ao banco de dados das polícias civil e militar.

O comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto, garantiu que 400 aprovados no concurso serão lotados nos batalhões do interior. “Temos a necessidade de reforçar com urgência os quadros da Polícia Militar, esse é um esforço do governo do Estado, para renovar a força policial, sobretudo no extremo sul do Piauí”.

O reitor da Uespi, Nouga Cardoso admite que“foi difícil”, mas que a Nucepe sai maior desse processo melhor do que quando entrou. O reitor declarou que as forças de segurança pública acompanharam o passo a passo das provas.

Os aprovados terão 15 dias para se apresentarem à comissão organizadora do certame levando parte dos exames médicos e odontológicos solicitados através do edital.

Alguns candidatos acompanharam a divulgação do resultado, um deles é Heitor Martins, 23 anos, o jovem foi aprovado em 9º lugar para ser lotado no batalhão de Floriano. “A prova teve 80 questões e eu fiz 69 pontos e eu estava confiante de que ia passar”, conta o formando em Direito.

O classificado relata que está concluindo o curso e por esse ser um desejo familiar. “Eu sempre tive vontade de ser policial. Agora vou focar para ser aprovado no teste de aptidão física”, declarou.

Heitor Martins, 23 anos, o jovem foi aprovado em 9º lugar para ser lotado no batalhão de Floriano.

A meta é que no início de novembro o curso de formação seja iniciado e os novos soldados comecem a trabalhar até maio de 2018.

Fonte :cidadeverde.com

Flash de Izabella Pimentel
Redação Caroline Oliveira e Graciane Sousa

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here