O Hospital Infantil Lucídio Portela passará por mudanças e deverá ganhar heliponto e mais 132 leitos, passando de 86 para 218. As mudanças fazem parte do projeto do novo Hospital Infanto Juvenil do Piauí e deve ser apresentado amanhã (14) pela Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC) ao governador Wellington Dias e aos demais membros do Conselho Gestor.

Nos novos moldes da Parceria Público-Privada (PPP), o Hospital Infantojuvenil contará ainda com biblioteca, sala de aula (incluindo sala para acompanhamento escolar), auditório, brinquedoteca, lanchonete, solário, entre outros, com previsão de duração de 20 anos. Os estudos para esse projeto foram iniciados em 2017 e, sendo aprovados pelo CGP, serão submetidos a diálogo público e licitação.

“O projeto de PPP do Novo Hospital Infantil, que substituirá o atual, depende da aprovação do conselho e vai ser submetido à análise de varias entidades do segmento de saúde. O certo é que, conforme a orientação do governador, esse novo equipamento vai melhorar as condições de trabalho dos profissionais de saúde que trabalham no hospital infantil e a proposta é ampliar o atendimento para incluir os adolescentes até 18 anos de idade”, conta a Superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura.

A PPP para a construção, operação e manutenção do Novo Hospital Infantil do Piauí prevê a implantação de uma nova infraestrutura para o atendimento hospitalar de crianças e adolescentes do Estado do Piauí, assim, o hospital passaria a ser Infanto juvenil, o primeiro nessa modalidade em todo o Estado.

Com os novos moldes, o Hospital Infanto Juvenil prevê que a concessionária deve fornecer todo o corpo de serviços não-assistenciais (os chamados bata cinza) e deixa a cargo do Estado os serviços assistenciais referente ao corpo clínico do hospital (bata branca).

Fonte: Portalodia.com Por Isabela Lopes

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here