No fim da tarde desta sexta-feira (23) aconteceu em Oeiras, Sul do Piauí a procissão de Bom Jesus dos Passos. Debaixo de chuva, 35 mil fiéis, segundo a Polícia Militar do Piauí (PM-PI) lotaram a praça da Igreja do Rosário para assistir a passagem da imagem de Jesus Cristo, representando a caminhada rumo a crucificação. Fé e tradição se unem na caminhada que passa por várias gerações.

Milhares de moradores e visitantes participam de procissão de Bom Jesus dos Passos  (Foto: Magno Bonfim / TV Clube)

Milhares de moradores e visitantes participam de procissão de Bom Jesus dos Passos (Foto: Magno Bonfim / TV Clube)

Procissão dos passos reúne milhares de fiéis em Oeiras

                      Procissão dos passos reúne milhares de fiéis em Oeiras

A imagem de Jesus Cristo saiu da igreja do Rosário, carregada por homens de quatro antigas famílias de Oeiras, como manda a tradição. “Meu bisavô carregou e deu para os filhos dele. Nosso tio avó, que passou para o Epitáfio, que passou para o Epitáfio Filho. Eu sou da família e ajudo também”, conta Luís Henrique Nunes, membro da família Nunes. Para Luís Henrique a sensação de participar é muito agradável.

“A gente nem conta a quanto tempo. Comecei aos 18 anos. É a melhor sensação que tenho”, disse Luís Henrique reforçando o caráter familiar envolvido na procissão.

O caminho da imagem de Cristo é iluminado por carregadores de lamparinas, como o dentista Eugenio Carneiro. “Já carrego há 19 anos”, conta orgulhoso. A iluminação do caminho também tem uma tradição, mesmo que romeiros participem do trabalho. “Tem muitos romeiros que querem carregar a lamparina e o andor de Cristo por um tempo. Apesar de ser só a gente que carrega, também deixamos as pessoas carregarem”, comentou Eugênio.

Luís Henrique Nunes colabora carregando o andor de Bom Jesus (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

Luís Henrique Nunes colabora carregando o andor de Bom Jesus (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

Momento chave da procissão é representando pelo encontro entre Cristo e Maria (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

Momento chave da procissão é representando pelo encontro entre Cristo e Maria (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

O ponto alto da procissão de Bom Jesus dos Passos acontece diante do prédio da Prefeitura de Oeiras, em que acontece a representação do encontro de Cristo e a mãe, Maria. Na procissão Maria é representada por Nossa Senhora das Dores. A imagem é arrumada e carregada somente por mulheres do Apostolado do Sagrado Coração de Jesus.

Apostolado do Sagrado Coração de Jesus é responsável por carregar e cuidar da imagem de Maria, coberta por causa da chuva (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

Apostolado do Sagrado Coração de Jesus é responsável por carregar e cuidar da imagem de Maria, coberta por causa da chuva (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

A presidente do Apostolado, Jucilene Santos, tem 72 anos e conta que participa desde os 15 anos. “É o momento mais emocionante, que é quando a mãe encontra o filho. É um momento também de dor, que também passa para a gente. Toda vez eu choro”, comentou.

Memória sobre o calvário de Cristo

Procissão começou na Igreja do Rosário, no fim da tarde desta sexta-feira (23) (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

Procissão começou na Igreja do Rosário, no fim da tarde desta sexta-feira (23) (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

Na procissão de Bom Jesus dos Passos a imagem de Cristo percorre a cidade histórica de Oeiras parando em cinco pontos da cidade, que simbolizam as quedas de Jesus até o calvário. Em cada parada, os fiéis escutam o lamento cantado de Maria Beú, mulher que enxugou o rosto ensanguentado de Cristo durante o caminho do calvário.

Este ano Maria Beú é representada por Naiana Albuquerque, de 31 anos. “É uma honra muito grande, felicidade enorme. Sou de Oeiras e venho desde criança. A gente já participa através dos passos, confeccionando as flores dos passos, e dessa vez assim também”, contou.

Naiana conta que participar da procissão de Bom Jesus dos Passos é emocionante (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

Naiana conta que participar da procissão de Bom Jesus dos Passos é emocionante (Foto: Andrê Nascimento / G1 PI)

No caminho dos passos de Cristo milhares de fiéis aproveitam a data para cumprir promessas e pagar penitencias. Todos se vestem com roupas roxas e se emocionam com a caminhada de Cristo. “É um clima cultural que resiste a história. São vários aspectos que se apresentam aqui: o religioso, o ctural e o histórico”, comentou o vigário geral Possidônio Barbosa, oeirense que participa da tradição desde a infância.

Para o vigário a procissão do Bom Jesus a tradição ainda emociona mesmo os romeiros mais experientes. “Por que aqui ninguém vem para assistir um espetáculo, mas para ter uma vivência de fé, uma experiência de vida, humana. Isso persiste no tempo e na história”, ressaltou.

Fonte: G1 PI Por Andrê Nascimento

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here