O pré- candidato a governador, Dr. Pessoa (Solidariedade) se reuniu com o presidente do PTC no Piauí, deputado Evaldo Gomes, e com o suplente de deputado Silas Freire ( PRB) na manhã desta segunda-feira (30).  O encontrou ocorreu no escritório político de Silas e teve como pauta principal a definição da chapa que será encabeçada pelo parlamentar.

Em seguida, Dr. Pessoa recebeu a imprensa no gabinete na Assembleia Legislativa e se emocionou ao falar da pré-candidatura. Segundo ele, a chapa será anunciada na quinta-feira ( 02). Ele diz faltar apenas alguns detalhes. “Estamos conversando. Falaram alguns detalhes para fechar a chapa. Devo anunciar na quinta-feira (02)”, disse.


Foto:LídiaBrito/CidadeVerde.com 

A vice de Dr. Pessoa deve ser uma mulher. Os nomes colocados são de Nívea Magalhães, esposa do prefeito de Piracuruca, Raimundo Alves. O problema é que ela é  filiada ao PSD, partido que está na base de apoio do governador Wellington Dias (PT).

Outro nome que vem sendo colocado como favorito é de Vanessa Tapety, que é filha de Tapety Neto, ex-prefeito de Oeiras. Ela é filiada ao PTC. Se o partido sair da base governista, a aliança com Dr. Pessoa deve ser o caminho.

“Tem várias pessoas querendo ser vice do Dr. Pessoa. Sem preterir os homens, eu prefiro uma mulher. A maior parte do eleitorado pede uma mulher. Tem o nome da Dr. Nívea Magalhães, que eu fui professor. E tem também a Vanessa Tapety. São duas grandes mulheres”, disse.

O PRB e o PTC podem aderir à chapa de Dr. Pessoa, mas depende dos partidos emergentes. Há a possibilidade de três partidos do grupo de pequenos aderirem á coligação do deputado.

Sem o apoio dos pequenos, ficaria difícil os  partidos elegerem um deputado federal. A direção nacional do PRB não aceita e exige a eleição de um deputado federal. A prioridade é eleger nomes para a Câmara Federal devido à cláusula de barreira.

“Estamos conversando com os pequenos. As conversas estão adiantadas. Três desses partidos podem compor. Isso nos daria segurança”, disse Silas Freire. Esse problema pode ser resolvido com uma chapa proporcional formada pelo PRB, PTC, PMN, PRP e Solidariedade. Eles acreditam que assim conseguiriam eleger um deputado federal.

Fonte: idadeverde.com / Lídia Brito

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here