Cinco pessoas foram presas suspeitas de realizar arrastões nos municípios de Altos, Campo Maior e Cabeceiras do Piauí. De acordo com o major Etevaldo Alves, comandante do 15º da Polícia Militar de Campo Maior, os suspeitos roubaram um carro na Santa Maria da Codipi, na zona Norte de Teresina, e depois seguiram em direção ao interior. O caso ocorreu na sexta (12).

Foto: PM/Divulgação
“Eles roubaram o celta em Teresina, depois fizeram um arrastão em Altos, passaram em Campo Maior e assaltaram um mercadinho. Depois, foram em direção a Cabeceiras e roubaram alguns celulares e um posto de combustíveis. Em seguida, foram em direção a José de Freitas”, disse o comandante com base nas informações iniciais sobre o caso.

A prisão dos cinco suspeitos ocorrem em José de Freitas ontem (12). O tenente Alberto, da PM de José de Freitas, informou que todos os suspeitos foram levado para a Central de Flagrantes. Pelo menos 12 vítimas já foram identificadas.

A sexta prisão ocorreu contra uma pessoa que tentou ajudar na fuga dos suspeitos que fizeram os arrastões. Houve troca de tiros entre os suspeitos e os policiais militares. Não há confirmação de feridos até o momento.

Dos seis suspeitos, a PM de José de Freitas destacou que um foi pego dentro de ônibus e cinco em residências.

A PM conseguiu interceptar o carro com os suspeitos em uma estrada vicinal de José de Freitas. O carro quebrou na estrada e os suspeitos fugiram para o matagal.  O tenente avisou que a mãe de um deles mora em José de Freitas.

“Eles fizeram esses arrastões nas cidades e estavam armados com uma escopeta, e dois revolveres, um calibre .38 e outro .32. As armas não foram localizadas, mas conseguirmos recuperar o carro roubado e uns 15 smartphones”, relatou o tenente.

Fonte: Cidadeverde.com por Carlienne Carpaso

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here