A executiva estadual do PMDB decidiu nesta segunda-feira, 14, aprovar a realização de uma convenção extraordinária para decidir o caminho do partido na eleição majoritária do próximo ano no Estado. Será em janeiro, com apenas duas propostas aos 480 convencionais peemedebistas: candidatura própria ao governo, com o vice-presidente do diretório estadual, João Henrique Sousa à frente, e indicação do presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho, para a vice-governadoria na chapa de Wellington Dias. O deputado federal Marcelo Castro, presidente do PMDB no Estado, não aceitou a inclusão de seu nome para candidatura ao senado.

Vereador propõe título de Cidadania Teresinense a João Dória

O tucano João Dória primeiro cumpre agenda em Fortaleza no Ceará na quarta(16) e depois cumpre agenda o Piauí. Assessores do prefeito já enviaram o currículo para justificar o Título de Cidadania. A homenagem pode estreitar relações da capital piauiense com o principal centro urbano no país. Na prática, a disputa presidencial em 2018 já começou e repercute no Piauí.

Avelino Neiva é nomeado para presidência da Codevasf

O Diário Oficial da União, desta segunda-feira(14), confirmou a nomeação do ex-secretário estadual de Transportes, Avelino Neiva, como o novo presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales dos rios São Francisco e Parnaíba (Codevasf). A indicação é do deputado federal Heráclito Fortes (PSB), com aval da bancada federal do Piauí. A notícia foi dada em primeira mão no jornal Acorda Piauí da rádio Cidade Verde.

A data da nomeação é da última sexta-feira(11), quando a então presidente Kênia Regia Anesenko Marcelino foi exonerada. Ela era indicação do senador Antônio Carlos Valadares do PSB-SE que perdeu espaços na base governista.

Avelino Neiva é o quarto piauiense a ocupar o cargo. Já passaram pela gerência nacional da Companhia Francisco Guedes, Luís Carlos Everton e Felipe Mendes.

A Codevasf administra um dos maiores orçamentos do segundo escalão do governo federal, sendo administrativamente ligada ao Ministério da Integração Nacional, que tem como gestor Helder Barbalho (PMBD).

Economista, Avelino Neiva sempre exerceu cargos nas gestões estaduais do PFL, PMDB, PSB e PT.

Para Wilson Martins, desfiliações de deputados federais não deixam arestas nem ressentimentos

Segundo o ex-governador Wilson Martins, presidente estadual do PSB, a direção do partido e os deputados federais Heráclito Forte, Átila Lira e Rodrigo Martins estão em clima de absoluto entendimento. O PSB elegeu o maior número de deputados federais pelo Piauí e de acordo com Wilson Martins é natural ser o mais assediado por outras siglas. “Nossa meta primeira é organizar as oposições para derrotarmos o atual desgoverno”, afirma. Mas o ex-governador não descarta baixas na bancada federal do PSB.  Wilson Martins informa que se for estrategicamente necessário, é possível que Heráclito e Átila passem a atuar no comando de grandes partidos, com benefícios para a oposição no Estado. “Eventual saída de deputados federais do PSB seria por razões eminentemente  estratégicas, sem ressentimentos ou arestas; fortaleceria nossos laços de amizade, respeito e compromisso com o futuro do Piauí”, assegurou o presidente do PSB.

Átila não ficará no PSB

Essa decisão está tomada. É prego batido e ponta virada. Mas o deputado federal Átila Lira faz mistério quanto ao seu futuro partidário. Prefere aguardar o desfecho  da reforma política que tramita na Câmara Federal. Está correto,pois o momento exige cautela, principalmente em relação a mudança de partido. Mas, de acordo com fontes que acompanham os rumos da política estadual,  Átila Lira trabalha para seguir na base governista em nível federal;  e no Piauí há movimento que busca aproximação do parlamentar com o governador Wellington Dias – aliança que resultaria no apoio a reeleição do governador em 2018. Nesse cenário, o  ideal seria trocar o PSB por uma sigla que participe das duas bases. Segundo  informações de bastidores, o PRB entrou na disputa e oferece legenda ao deputado federal Átila Lira.

João Mádison quer Robert Freitas na base governista

No final de semana o líder do PMDB participou ativamente dos festejos de Nossa Senhora do Livramento, no município de José de Freitas. Foi destaque na cavalgada que festejou os vaqueiros e liderou ato com forte tom político na residência do ex-deputado estadual e ex-prefeito Robert Freitas, ainda filiado ao PSB.

Em José de Freitas, Robert apoia e vota no peemedebista João Mádison. Mas o deputado quer mais para o aliado. Se depender de João Mádison, o ex-prefeito deve migrar para a base governista e apoiar a reeleição do governador Wellington Dias. No ato político da festa do vaqueiro, João Mádison revelou sua parceria com Robert Freitas ao declarar: “Robert, você é meu!”. Mádison vai comprar uma briga com o deputado petista João de Deus, líder do governo e adversário declarado e ferrenho de Robert Freitas.

Zé Filho anuncia reabertura do Verdinho

O presidente da FIEPI (Federação das indústrias do Piauí) visitou a reta final das reformas do complexo esportivo Dirceu Arcoverde (Verdinho), em Parnaíba, estrutura que integra o Sesi (Serviço Social da Indústria). Zé Filho aprovou as obras e confirmou reabertura do Verdinho para o próximo sábado, 19.

Instalada comissão mista para examinar Fies

O deputado federal Átila  Lira (PSB) presidiu, no Senado Federal, a instalação de comissão mista para examinar a medida provisória do Fundo de Financiamento Estudantil. A nova legislação garante 3 modalidades de financiamento e vai assegurar 310 mil vagas, das quais 100 mil a juro zero, para estudantes com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos. “O FIES tem grande importância para o acesso à educação e como membro da comissão vou trabalhar para aperfeiçoar esse projeto”, finaliza o deputado.

Fonte: Cidadeverde.com

Tempó Real / Elivaldo Barbosa

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here